A criolipólise é um método desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Harvard nos EUA, que visa eliminar a gordura localizada, sem a necessidade de uma cirurgia plástica.

O procedimento não é invasivo, é sem cortes ou uso de agulhas e não necessita de anestesia.

Feito em consultórios médicos ou clínicas de estética, ele promove a destruição das células adiposas através de um resfriamento controlado, em outras palavras, as células de gordura são congeladas através de um aparelho e depois elas são expelidas naturalmente pelo organismo.

Como é feito o tratamento de Criolipólise?

Alguns especialistas chamam a criolipólise de a nova lipoaspiração, mas assim como a cirurgia plástica, o tratamento não é indicado para pessoas com sobrepeso ou obesas.

É recomendado pra pessoas que possuam gordura localizada em algumas áreas do corpo, como abdômen, costas, dorso, entre outros.

O procedimento é feito com a ajuda de um aparelho, que possui alguns tipos de aplicadores, que se adaptam as diferentes regiões do corpo.

Esses aplicadores são posicionados nas áreas a serem tratadas e realizam uma espécie de sucção da pele e da porção de gordura localizada.

Em seguida, há o resfriamento intenso dessas células de gordura, como elas são sensíveis à baixas temperaturas elas são destruídas e depois eliminadas pelo próprio sistema imunológico, via sistema linfático.

Vale ressaltar que o resfriamento não causa nenhum tipo de dano as demais estruturas, como a pele e os músculos, e não é doloroso, gerando apenas um desconforto devido a sucção do aparelho.

Quais os resultados?

Após a criolipólise é comum a região tratada ficar avermelhada ou inchada, em alguns casos surgem até mesmo alguns hematomas, mas todas essas reações desaparecem em poucos dias.

Depois de 10 dias do procedimento já é possível notar uma diferença, mas os resultados aparecem mesmo após cerca de 2 meses, quando boa parte da gordura já foi eliminada pelo organismo.

A quantidade de sessões varia de 1 a 3, de acordo com cada caso, mas elas devem ser realizadas com intervalos mínimos de 2 meses e duram aproximadamente 1 hora.

Para maiores informações sobre o método entre em contato e agende uma avaliação como nossos médicos.

Agende sua Consulta

Artigos Relacionados

 

Tire suas dúvidas, deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário